Capital de giro

Caixa e capital de giro

Caixa e capital de giro: como podem te tirar de um sufoco? Você sabe o que é Capital de Giro? Acha que esse é um conceito que só serve para empresas que estão começando? Muitos empresários não conhecem esse conceito tão importante, e tão pouco aplicam esse recurso na rotina de suas empresas. Agora vou te fazer mais algumas perguntas: Como está o caixa da sua empresa? Ele tem sempre dinheiro disponível para pagar os seus fornecedores? Já te mostramos como fazer conciliação de cartões para prever seu fluxo de caixa, e agora, te ajudaremos a entender como o Capital de Giro pode salvar a sua empresa e garantir que o seu Caixa feche novamente no positivo. Continue lendo para saber mais.Fluxo de Caixa  

Capital de Giro: seu aliado desde o começo

O Capital de Giro é simplesmente o investimento necessário para financiar e garantir a continuidade das operações de uma empresa: despesas com fornecedores e estoque, despesas com funcionários e operacionais, e tudo o que for necessário para o bom funcionamento da empresa. Muitas vezes, é associado apenas à abertura da empresa. Na hora de fazer um plano de negócios, o Capital de Giro é, na maioria das vezes, lembrado. O problema surge quando a empresa inicia suas atividades: logo se esquecem desse conceito e começam a operar no limite. Capital de Giro não é simplesmente o investimento que você deve colocar na empresa para funcionar nos primeiros meses. É o valor que sua empresa deve ter sempre disponível para garantir seu perfeito funcionamento.   Por exemplo: – Seus produtos devem estar sempre em estoque – Seus fornecedores devem receber quando combinado – Seus funcionários devem receber, normalmente, até o 5o dia útil do mês.   Pense agora o seguinte: imagine que durante esse mês, o movimento da sua empresa está ótimo, com clientes comprando todos os dias, porém pagando apenas no cartão de crédito. Chega o dia 5, seu estoque está quase no fim, seus funcionários e fornecedores precisam receber. É justamente aí que entra o Capital de Giro. Ele garante os recursos necessários para que você tenha sempre liquidez disponível em caixa, para financiar as operações básicas do seu negócio. Fluxo de Caixa - Capital de giro

O Capital de Giro te ajuda a:

– Financiar clientes (em vendas a prazo) – Garantir liquidez para compra e mantimento de estoque – Assegurar recursos para o pagamento de fornecedores – Garantir recursos para pagamentos de taxas e impostos – Certificar a liquidez do pagamento dos funcionários (salários e comissões) Portanto, se a sua empresa compra e vende a prazo, mantém estoque, ou deve pagar qualquer tipo de despesa, é essencial manter um Capital de Giro para assegurar a saúde financeira da sua empresa.  

Capital de Giro: segurança na saúde financeira

De acordo com dados do Sebrae (SP), quase 30% das novas empresas encerram seu funcionamento logo no primeiro ano, e mais do que isso, a metade (50%) dessas novas empresas não passam do quarto mês de exercício. Esses mesmos dados mostram que a maioria dessas empresas fecha devido a falta de saúde financeira. Após a análise dos dados dessa pesquisa, podemos entender melhor que o Capital de Giro é, não só importante, mas essencial para a manutenção de uma empresa, desde o seu planejamento, até sua implementação, começo de suas atividades e durante toda a rotina da empresa. Capital de Giro

Não se esqueça do Capital de Giro!

Não ter uma reserva para capital de giro na sua empresa, pode acarretar diversos tipos de problemas, como falta de pagamentos e quitações de fornecedores ou funcionários, falta de recursos para a compra de produtos essenciais, dificuldades nos pagamentos de despesas operacionais, como conta de água e luz, e muito mais. Em suma, fatores que podem levar a empresa a precisar de um empréstimo, ou até mesmo, a falência. Para evitar esse tipo de problema, a solução é simples: planeje e coloque em prática o Capital de Giro da sua empresa. Além disso, procure a Granito e descubra a melhor solução para a sua empresa: Com a Granito você pode escolher as melhores datas de pagamentos e até solicitar adiantamento de valores, sendo uma forma prática e segura de você controlar e monitorar seus recebimentos, e evitar surpresas desagradáveis. Conheça nossos serviços e se surpreenda!  

Capital de Giro + Granito = Muito mais saúde financeira para a sua empresa

 ]]>

conciliação de cartões capa

Conciliação de Cartões e o fluxo de caixa da sua empresa

Como a Conciliação de Cartões pode ajudar no fluxo de caixa da sua empresa   Você já ouviu falar em Conciliação de Cartões? Você sabe como fazer e pra que serve isso? Essas são dúvidas muito pertinentes, que diversos empresários se deparam em algum momento de suas carreiras.   Você já deve ter passado por um momento como esse: As vendas da sua empresa, em um determinado mês, foram feitas com diversas formas de pagamento diferentes: dinheiro, cheque, débito a vista, crédito a vista, crédito em 2, 3, 4, 5 e até 6 vezes… Você vai receber um pouco agora, um pouco no próximo mês, um pouco no próximo, e até daqui seis meses ainda estará recebendo valores dessa mesma compra.   E o caixa da sua empresa fica como? Você se programou para não receber os valores integrais durante o mês? Como você planeja, acompanha e lida com essa diferença entre formas de pagamento? Como conciliar as despesas desse mês, sendo que alguns recebimentos virão apenas daqui muitos meses? Não se desespere! É aí que deve entrar a Conciliação de Cartões. E nós da Granito vamos te ajudar melhor a entender um pouco mais sobre isso. Vamos lá?   conciliação de cartões o que é  

Conciliação de cartão: o que é?

A conciliação de cartões é uma prática essencial para empresas de todos os portes. É indispensável para empresas que desejam cuidar da melhor forma de sua saúde financeira, e evitar surpresas desagradáveis. Sem ter controle de todos os recebimentos, nas datas certas, é IMPOSSÍVEL acompanhar corretamente o faturamento, acompanhar e prever todo o fluxo de caixa, e contabilizar assertivamente os lucros da empresa. Resumidamente, conciliação de cartões é a conferência e a validação de informações referentes às vendas e recebimentos por meio de cartões de crédito ou débito. É ter controle sobre tudo o que você vai receber, pensando em valores e datas. Conciliação de cartões é saber o que você vai receber, quando vai receber e quanto vai pagar de taxa em cada operação. grupo-conciliação-de-cartões  

Conciliação de cartões: planilha

O processo de conciliação de cartões é um processo que, muitas vezes, pode ser trabalhoso e demandar tempo e esforço, mas colocando em uma balança, podemos ver que é essencial. Uma boa estratégia para ter o fluxo de caixa sempre controlado, é criar uma planilha de conciliação de cartões. Uma planilha de conciliação de cartões te ajudará a entender e a categorizar suas vendas, te proporcionando enxergar melhor todas as suas vendas: – Quanto você vai receber – Em quanto tempo você vai receber – Quanto vai receber por parcela em cada compra – Qual é a bandeira de cada venda – Quanto pagará de taxa por venda, dependendo da bandeira – E muito mais Mantendo uma planilha com esse controle, você conseguirá entender todo o fluxo de caixa, recebimentos futuros, taxas e tudo mais que você precisa para manter uma organização que trará inúmeros benefícios para a sua empresa.   conciliação-de-cartões  

Conciliação de cartões na prática

A conciliação de cartões ajuda a sua empresa de inúmeras formas. Mas como falamos aqui, se trata de um processo, que muitas vezes, pode ser trabalhoso e demandar tempo. Lembre-se sempre de atualizar sua planilha, software de gestão ou sistema de conciliação, seja após fechar a venda, na hora do almoço ou no fim do expediente. Só não vale deixar passar. Foque em passar todos os valores corretamente, pois um erro no cadastro dos dados pode causar distorção em seus resultados. Caso não seja você a fazer a conciliação, e for deixar nas mãos de outra pessoa, atente-se a alertá-la sobre todos os cuidados com os dados, para que seus dados estejam sempre alinhados com a realidade, e a conciliação de cartões seja feita de forma assertiva, sem gerar prejuízos ou dores de cabeça para a empresa.   conciliação-de-cartões  

Comece já a fazer conciliação de cartões na sua empresa

Não perca mais tempo e não arrisque. Garanta a saúde financeira da sua empresa implementando esse processo. No começo pode parecer trabalhoso, mas no fim das contas, você vai perceber e sentir na prática o quanto isso pode ser vantajoso. Não tenha mais surpresas negativas ao vender para cartões de crédito ou débito. Comece já a fazer conciliação de cartões na sua empresa e garanta que o fluxo de caixa da sua empresa seja sempre previsível e controlável, e que esteja sempre saudável. Você já faz Conciliação de cartões de crédito e débito na sua empresa? Você já utiliza uma planilha de conciliação de cartões? Como você têm feito esse tipo de controle? Conta pra gente!        ]]>