Lei da gorjeta: entenda tudo o que mudou para funcionários e proprietários de bares e restaurantes

Gorjeta é todo valor que os clientes dão aos funcionários por vontade própria ou que a empresa sugere como sendo adicional a algum serviço, como acontece em bares e restaurantes, por exemplo.   No entanto, até hoje muitos proprietários de estabelecimentos não sabem qual porcentagem podem sugerir que o cliente pague sobre o valor do serviço.   Entenda mais sobre a lei da gorjeta e como seu bar ou restaurante pode se preparar para agir de forma correta.  

Entenda o “Antes e depois” da lei

  No Brasil, nunca houve nenhuma lei que fiscalizasse de forma criteriosa a forma como essas taxas poderiam ser cobradas, tornando comum que alguns estabelecimentos cobrassem taxas exageradas.   O resultado disso: a clientela se sente pressionada na hora do pagamento e pode deixar de frequentar o local, o que não é nada bom para os negócios.   Mas há algum tempo foram feitas algumas especificações:    

Para os proprietários

 
  • A porcentagem de cobrança fica a critério do estabelecimento, podendo ser maior ou menor que 10%
 
  • Simples Nacional: estabelecimentos incluídos podem utilizar até 20% do valor total das gorjetas para custear despesas, e os não incluídos, até 33%
 
  • Estabelecimentos com mais de 60 colaboradores devem ter uma comissão que fiscalize como a gorjeta é distribuída
 

Para os colaboradores

 
  • O valor da gorjeta é incluído na remuneração do colaborador, e não no faturamento do estabelecimento
 
  • Mais voz ativa: acordos feitos pelos colaboradores do estabelecimento quanto à distribuição da gorjeta são decisivos, e têm o mesmo peso que a lei
 
  • Caso seja desrespeitado o cumprimento da lei, o colaborador recebe um valor específico de remuneração, limitado ao salário de sua categoria de trabalho (1/30 da média da gorjeta, por dia de atraso)
 
  • Como a gorjeta é considerada na remuneração, ela também serve de base no cálculo do 13º salário, FGTS e férias do colaborador
 

Por que seguir a Lei da Gorjeta no meu negócio?

  É muito importante seguir corretamente essas mudanças, pois fazendo isso, seus clientes se sentem satisfeitos, seu colaboradores se sentem respeitados e seu negócio cresce de forma honesta.   As maquininhas da Granito são a solução certa para auxiliar seu negócio e agradar a empresa e os funcionários. Com ela é possível repassar o valor da gorjeta diretamente para o funcionário, sem que esse dinheiro passe pelo caixa. Tudo feito de maneiro automatizada, através da própria maquininha.   Assim, você reduz o valor pago em impostos pelo estabelecimento e os funcionários recebem o valor integral das gorjetas. 0   Os clientes também ficam mais satisfeitos, já que podem escolher entre as opções de gorjeta na maquininha e pagar tudo em uma única transação.   Conheça mais sobre como a BMG Granito pode ajudar o seu bar ou restaurante.]]>

Taxa de câmbio no cartão de crédito: o que mudou?

Muitas empresas compram os seus produtos ou matérias primas de fornecedores internacionais, que tendem a oferecer preços mais atrativos. Em compras assim é preciso estar de olho na taxa de câmbio e no funcionamento do cartão de crédito.   Existem algumas coisas a se pensar antes de realizar essa compra, como por exemplo, verificar a segurança do site, para não ter problemas com o seu cartão. Preste atenção também no prazo de entrega, muitas vezes, o produto pode não chegar com a rapidez que você deseja.   A maior preocupação nas compras no exterior, normalmente é a hora do pagamento. Essas transações são feitas no cartão de crédito, e até pouco tempo atrás eram cobradas na cotação da moeda do dia do vencimento da fatura.   Isso acabava sendo um transtorno e gerando ansiedade, já que as taxas de câmbio oscilam, e por mais que os economistas façam projeções, qualquer acontecimento pode afetar positiva ou negativamente os valores das moedas exteriores.   Ou seja, caso uma compra fosse feita em um determinado dia em um site internacional, com o dólar cotado em R$3,50, o valor poderia ser calculado no dia do fechamento da fatura, e o dólar estar a R$4,00 nesse dia. Uma surpresa desagradável.  

As novas regras no dólar para Cartão de Crédito

  Como o número de compras como essas tem crescido muito no Brasil, o Banco Central aprovou algumas mudanças no processo, para evitar a preocupação e a espera carregada de ansiedade.   A principal e mais influente modificação foi o fato de que os bancos vão passar a cobrar a taxa de câmbio do dia da compra. Isso garante que você pague exatamente o valor que viu do produto que comprou.   Embora a medida só entre em vigor em março de 2020, alguns bancos já têm cartões específicos que utilizam essa forma de cobrança.   Se sua empresa faz muitas compras internacionais, converse com o gerente do seu banco e solicite um cartão que atenda melhor às necessidades do seu negócio.   Lembre-se que para qualquer gasto feito com uma moeda diferente, é cobrado o IOF, o Imposto sobre Operações Financeiras. Entenda melhor sobre ele aqui.   A Granito quer ver a sua empresa sempre crescer, conheça as nossas soluções especializadas para o seu negócio e otimize todo o processo de recebimentos.   Confira também -> Estorno X Chargeback: qual a diferença?]]>

Reduzir a bitributação com a Bmg Granito

Sua empresa pode estar pagando impostos duplicados sem que você tenha conhecimento, sabia disso? São dois os principais impostos cobrados pelo governo para as empresas: o Cofins e o Imposto de Renda. O Cofins (contribuição para o financiamento da seguridade social) é calculado através das notas fiscais emitidas, e o Imposto de Renda é cobrado para todas as Pessoas Jurídicas e as pessoas físicas relacionadas à elas. Caso sua empresa esteja cadastrada no Simples nacional, os impostos já estão inclusos na guia unificada de pagamento fiscal. O valor de alguns impostos pode variar de acordo com o setor de atuação da empresa. Muitas empresas trabalham com pagamentos por quotas, como salões de beleza, clínicas de estética, clínicas veterinárias, empresas no setor de saúde, entre outras. E ao receberem o valor total e repassarem para os profissionais, acabam pagando um valor mais alto de impostos. 

Sua empresa pode reduzir até 30% em impostos com a Granito

Com a solução de distribuição de transações automatizada, a Granito te ajuda a economizar até 30% nos custos fiscais. É simples, o imposto cobrado do profissional não muda, a diferença está no que a empresa irá pagar. Sem a Granito, você pagará o imposto sobre o valor total recebido (que envolve a quota do profissiona00l e da empresa). Ou seja, se a venda foi de R$1.000, mesmo que apenas R$700 vá ficar com o estabelecimento, será cobrado o imposto sobre a quantia inteira. Como o imposto representa, em média, 14%, a organização irá pagar R$140 de recolhimentos fiscais.

 Já com a Granito, a parte proporcional ao profissional irá direto para a conta dele. Sendo assim, a empresa irá receber os seus R$700 e o imposto será cobrado sobre esse valor. Nesse caso, o imposto pago será de R$98. Entre em contato com a Granito, deixe de pagar impostos duplicados, e aumente a margem de lucro de sua empresa. 🙂

Entre em contato com a Granito, deixe de pagar impostos duplicados, e aumente a margem de lucro de sua empresa. 

Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica: por que migrar para esse sistema?   A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) veio como uma alternativa às tradicionais Notas Fiscais impressas. Possuem a mesma finalidade, em suma: são documentos com a intenção de documentar circulações de mercadorias e/ou prestação de serviços. O processo para a emissão da Nota Fiscal Eletrônica é completamente seguro e válido, reconhecido juridicamente por todo país, pelo uso de assinaturas digitais. Atualmente, esse tipo de documento pode ser emitido de forma on-line, rápida e simples no portal da Fazenda, porém, as NF-e atualmente substituem apenas as notas fiscais do modelo 1/1A, que são utilizadas em processos de compra e venda entre pessoas jurídicas, ou seja, entre duas empresas (B2B). Notas Fiscais de Serviço Eletrônicas (NFS-e) também podem ser emitidas de forma online, normalmente nos portais das próprias prefeituras municipais. Esse tipo de nota, pode ser emitida normalmente entre pessoas física e jurídica. São, normalmente, emitidas e armazenadas em softwares dos próprios municípios, para gerar o ISSQN – Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza.

nota fiscal eletronica beneficios

Vantagens da Nota Fiscal Eletrônica para a sua empresa

Você sabe como a substituição das tradicionais Notas Fiscais tradicionais por Notas Fiscais Eletrônicas pode ser vantajoso para a sua empresa?   – Elas podem reduzir custos de impressão da própria Nota Fiscal e da DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) – Podem reduzir os custos com armazenagem – Podem auxiliar no seu planejamento de logística, devido ao conhecimento antecipado da Nota Fiscal Eletrônica – Podem ajudar na redução de erros de escrituração – Trazem mais agilidade para o processo de faturamento – Gerenciamento Eletrônico de Documentos – aprimoramento nos processos organizacionais, de armazenagem e gerenciamento, simplificando a recuperação e compartilhamento de informações por meio eletrônico – Padronização da interação eletrônica entre as empresas – Podem ajudar a reduzir custos de aquisição de papel e impressão, reduzir custos de envios de documentos e muito mais. nota fiscal eletronica emitir  

Processo de emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Caso sua empresa deseje começar a emitir Notas Fiscais Eletrônicas, criamos uma lista em tópicos para te ajudar a entender como funciona todo o processo, mostrando o passo a passo desse processo. Mas o ideal é que, primeiramente, você procure um contador especializado.  
  • A empresa a vender o produto ou serviço emite uma Nota Eletrônica, com informações fiscais da venda (impostos, taxas).
  • A Nota recebe uma assinatura digital e é transmitida para a Secretaria da Fazenda.
  • A Secretaria da Fazenda fará uma pré-validação e devolverá a nota com um protocolo de recebimento.
  • A Nota também é repassada para a Receita Federal
  • A Secretaria da Fazenda disponibiliza consulta da nota emitida na internet, para quem possua a chave de acesso.
  • Uma DANFE é gerada para conferência e confirmação de informações da Nota Fiscal Eletrônica.
nota fiscal eletronica  

Nota Fiscal Eletrônica na minha empresa? Como fazer?

Agora que você já sabe o que é, para o que serve e como funciona a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), você e sua empresa já podem começar a desfrutar dos benefícios de migrar para esse sistema. Entenda se o seu software de gestão de vendas oferece a opção de emitir Notas Fiscais Eletrônicas. A maioria deles, hoje em dia, já faz esse tipo de serviço. Além disso, integre sua Granito ao software de gestão, e garanta que não haja mais erros de escrituração. A Granito é a solução perfeita pra você, que deseja integrar seu software de gestão de vendas com sua máquina de cartão, efetuando suas vendas e emitindo Cupons Fiscais automaticamente, enviando os dados automaticamente ao software, que por sua vez, emitirá a NF-e. Conheça já a Granito e se surpreenda com nossos serviços.]]>